Como ser blogueira nesse mundo tão cruel?

 

Ninguém apoia meu trabalho. Ninguém valoriza meu trabalho. As empresas não se interessam pelo meu trabalho. Meu número de seguidores não cresce. Todo mundo me zoa por eu ter um blog… É difícil descobrir como ser blogueira de sucesso nesse mundo tão cruel!

Ok, parece exagero e drama, mas são coisas comuns de ouvir de muitas blogueiras por aí. E um caso específico que ocorreu recentemente me fez questionar: será que a culpa é mesmo dos outros?

UM POUCO DE HISTÓRIA:

Tudo começou com uma postagem do BuzzFeed (site maravilhoso, amo perder um tempinho lá), intitulado “14 Frases que Toda Blogueira Já disse”. Como o título sugere, foram não só citadas frases como “hoje vou ensinar uma make bem leve para o dia a dia”, que muita gente já cansou de ler e ouvir, mas também rolou uma leve crítica referente à profissão (ou o que fizeram dela).

Obviamente, teve gente que não gostou. Uma se sentiu ofendida, outra sentiu que foi exagero, outra achou sem graça, mas foram poucas as que enxergaram a crítica construtiva por trás e citaram o questionamento de que, talvez (só que nem tããão talvez assim), a culpa disso tudo seja justamente de quem faz a blogosfera hoje em dia.

COMO SER BLOGUEIRA NESSE MUNDO TÃO CRUEL?

Me lembro que uma vez soltei algum desabafo feat. dica dizendo que falta originalidade nos blogs e canais hoje em dia e que são poucos que se importam em fazer algo realmente útil e relevante, e tive que aguentar as críticas (boa parte sem pé nem cabeça). Um dos argumentos utilizados pela oposição é o seguinte: “se dezenas de pessoas alcançaram a fama falando besteira na internet, nós também temos chance”. Ok, cada um tem sua forma de pensar, e a minha é a seguinte: se você já começa pensando dessa forma, tenho dó de você.

FAMA, FAMA E MAIS FAMA:

Já se foi o tempo em que ligar uma câmera e começar a desabafar despretensiosamente ou algo do tipo gerava “famosos”. Foi tanta gente que conseguiu se dar bem com isso que a coisa foi se engessando aos poucos, como se fosse uma fórmula pronta e sem atrativo. Pode ser que quando você, que está lendo isso, começou seu blog ou canal tentando seguir justamente a mesma linha a coisa já estava tão mais do mesmo que você, sinto dizer, virou só mais um ou mais uma. Pode reparar: foi tão preciso encontrar um diferencial para quebrar esse gesso que canais com pessoas lindas e maravilhosas, que possuem uma casa bacana e uma vida ainda mais interessante são os que mais estão dando certo, sendo que antes só bastava ter criatividade e uma boa argumentação para as pessoas terem vontade de te assistir.

Mesmo assim, essas pessoas que “estão dando certo” ainda mantem o gesso do “tour pela minha casa”, “tag de sei lá o que”, “maquiagem para tudo na vida” (afinal, tem blogueira que meio que quer convencer a gente que é preciso trocar a make pelo menos duas vezes ao dia, nos poupe) e por aí vai… Como eu havia dito no desabafo que citei: quer fazer assim, faça, MAS TENTE INSERIR UM DIFERENCIAL, CARAMBA!

Por fim, para esse post não virar um livro, te pergunto: será que o BuzzFeed realmente exagerou ou as pessoas estão começando a perceber como essa coisa de ser blogueira está ficando batida? É triste pessoal, mas se não fizermos a diferença, literalmente falando, cada vez mais críticas como essa aparecerão. E também piadas e perda da credibilidade, que já não é lá essas coisas, não é mesmo?

Então, é isso… mais um desabafo, mas espero que leve uma luzinha para a cabeça de cada um que ler. Depois de toda a discussão que já foi gerada sobre isso, gostaria de saber também a sua opinião sobre as 14 frases que toda blogueira já disse, então se der deixe um comentário pro papo continuar, beleza?

Não deixe de colocar um voto nas estrelinhas abaixo para eu saber se curtiu ou não o tema discutido por mim mesma aqui rsrsr.

Bjs =*

Compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Gostou?

Author: publicitaty

Share This Post On

8 Comments

  1. Ammmei o desabafo e acredito no mesmo, tem pessoas que acham que só copiar e colar fazer um layout bonito, um nome legal pronto já é blogueira! Não precisamos de dedicação. Horas pesquisando, horas pensando no que postar, como postar e qual público e se vamos atingir algum público !

     
    Post a Reply
    • Sim!

      Muitas pessoas fazem no automático, mas hoje, para quem quer sucesso, isso não funciona mais.

      Obrigada pela visita =*

       
      Post a Reply
  2. O que eu vejo é número crescente de pessoas loucas para serem blogueiras. Não que eu ache isso ruim, a internet é um universo vasto, e sim, há lugar para todos. Mesmo que este lugar seja um pouco mais distante da luz do sol. O problema é a banalização da blogosfera. Muita gente (pra não dizer a maioria), sonha em ser blogueirx, pela influência de blogs famosos, pela fama, pelo dinheiro… tem até quem vira blogueira pra ganhar “produtinhos”! Mal sabem, que tem muita gente que bloga por amor. Que leva a sério a profissão blogueira e de fato se importa com seu-público. Eu não estou aqui para ser hipócrita e dizer que não penso em ser uma blogueira de sucesso e poder viver do trabalho com o blog. O que estou tentando dizer, é que quando se faz por amor, com verdade e com o coração, a probabilidade de sair é bem feito é muito maior. Passei 2 anos escrevendo num blog colaborativo sem ganhar 1 centavo. Simplesmente por amor à causa e por amor às leitoras. Cara, cada comentário, cada resposta, cada pedido de ajuda e socorro, cada elogio… não tinha preço! E isso me fazia querer cada vez mais fazer aquilo. Hoje tenho meu blog pessoal, não tenho tantos leitores como quando escrevia no Cacheia. Mas é muito satisfatório perceber a aproximação de cada um e perceber que quando fazemos o que amamos, somos reconhecidas sim. Mas o mercado de blogs está saturado Ster, as empresas não nos levam mais a sério, não vemos oportunidades para pequenos blogs. Isso é só consequência, de um crescimento desorganizado. De blogs que não levam a sério e escrevem um monte de abobrinhas, de pessoas sem um pingo de senso, que fazem o trabalho de qualquer jeito. Mas isso não é motivo para desistir. Se você ama mesmo o que faz, 1 comentário de reconhecimento que você recebe, já é combustível para continuar. Esse post veio bem a calhar, pois o Publicitaty foi um dos primeiros blogs que reconheceram o Desventuras de uma Cacheada. :) Amei o post Taty. Parabéns pelo trabalho!

     
    Post a Reply
    • Oi Ster =)

      Poxa, que comentário incrível! De fato, se sabemos que estamos fazendo algo com potencial, não devemos desistir. Infelizmente existe a dificuldade de provar que o trabalho é bom devido as ~~coisas de má qualidade que existem na blogosfera~~ e que acabam fazendo a credibilidade dos blogs e canais caírem. Há espaço para todos, mas somente os que que fazem por onde recebem os bons frutos (uau, que profundo! rsrsrs).

      Muito obrigada pela visita e pelo comentário, bjão =*

       
      Post a Reply
  3. Oi, Taty! Primeira vez aqui e já achei o nome do blog genial – não tem como esquecer o nome da autora. haha :) Enfim, li seu post e nossa! Toda vez que vou postar penso no mesmo. Até nas interações em grupos do facebook: Peço sempre links para conhecer novos blogs, com novas opiniões e pessoas diferentes, mas normalmente o que vejo é uma série de gente igual. Até na aparência as pessoas são engessadas, talvez por essa tendência do contorno, não sei – embora eu admita que ache bem bonito. Mas acho que falta conteúdo diferente sim! Pessoas que realmente nos falem e mostrem algo diferente, que nos façam pensar e refletir (como você me fez nesse texto, e eu agradeço!)

    Acho que crueldade é um ponto de vista. As brincadeiras na internet sempre existirão. Mas se somos autênticos e temos uma opinião consistente, essas pequenas coisas não nos afetarão tão a fundo (acho, não tenho certeza, pois tenho poucos leitores e ainda não fui metralhada de críticas, então não posso afirmar.) Mas acredito que devemos sempre levar o que nos é construtivo. Aprender com erros sim, se martirizar com pessoas que estão ali apenas para ofender não.

    Adorei seu blog, de verdade.
    Continue escrevendo que você vai longe!

    Beijo!
    http://goulartmonique.wordpress.com

     
    Post a Reply
    • Oi Monique =)

      Você não imagina o quanto seu comentário foi importante para mim, de verdade. Não só pelos elogios, que de fato são gratificantes e me fazem continuar, mas também por que, mesmo que sem querer, você acabou citando coisas que acabam por complementar meu post. Espero que todos que passarem por aqui rolem a página até chegar em você.

      Muito obrigada, bjão =*

       
      Post a Reply
  4. Todos os comentarios aqui foram de extrema valia pra mim que estou iniciando no mundo do blog. Desejo sucesso à todas.

     
    Post a Reply
    • Fico feliz que tenham sido úteis =D

      Boa sorte e sucesso =*

       
      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ei! Assine a nossaNewsletter

Ei! Assine a nossaNewsletter

Faça parte da minha lista de amigos e receba tudo em primeira mão no seu e-mail!

Legal, você assinou!

Email
Print