Criando um blog de sucesso: os 6 passos do desespero por parcerias

mulheres-blogs_large
 

É incrível o número de pessoas que começam um blog  e se dedicam a fazer de tudo para receber produtos de empresas, achando que isso será garantia de conteúdo e visibilidade. Não pretendo perder muito tempo com esse post, por isso nem vou falar muito de credibilidade e contrapartida, como deveria, mas sim de como esse desespero por parcerias pode atrapalhar quem está tentando criar um blog de sucesso.

Antes de mais nada, deixo claro que estou me baseando na minha própria experiência como profissional de marketing que já esteve em uma empresa que recebia dezenas de propostas de blogueiras e que hoje recebe diversas perguntas relacionadas a esse assunto. Vamos manter a calma um pouco, ok? Pois só assim é possível parar de pensar só em produtos e parcerias, para então pensar no macro e lembrar que existem coisas mais importantes a serem levadas em consideração. Uma blogueira que se encontra nesse “estado de desespero” costuma se enquadrar no seguinte passo a passo:

Postagem em grupos no Facebook

Normalmente essa postagem nada mais é do que uma pergunta do tipo “gente, vocês sabem de empresas que fazem parceria com blogueira iniciante?”. É uma forma preguiçosa e sem criatividade de achar empresas, pois além de não buscar por aquelas que de fato se identifiquem com o blog, entrará em contato com aquelas que forem indicadas nos comentários e que, provavelmente, já fecharam parceria com diversas outras meninas.

Despreparo do blog para ter uma parceria

Na pressa por fechar parcerias e ter produtos para fazer resenhas (como um monte de gente já faz), existe um detalhe que é ignorado: o blog pode simplesmente não ser bom o suficiente para uma empresa se interessar, ou pode não se enquadrar nas exigências colocadas. Fora isso, é preciso se perguntar: o que a empresa vai ganhar sendo minha parceira? Terá muitas visualizações? Os leitores irão se interessar pelos produtos? Vou ser capaz de dar minha opinião sincera? Afinal, não podemos esquecer que sinceridade é o que as pessoas buscam, e não opiniões vazias para ganhar interação.

Indicação de blogueiras

Feita a postagem nos grupos com a pergunta, é provável que algumas pessoas respondam dando nomes de empresas. A blogueira certamente ficará muito feliz e tentará entrar em contato o quanto antes, ignorando o suposto despreparo do blog. O entusiasmo será tanto que outro detalhe passará despercebido: existem MUITAS blogueiras nesses grupos que não interagem, mas ficam de olho em tudo que acontece. E nada impede que elas vejam os nomes dessas empresas e entrem em contato também.

Concorrência por parcerias

Várias blogueiras tentando as mesmas parcerias ao mesmo tempo… Nem preciso falar muita coisa aqui: a primeira blogueira teve o “trabalho” preguiçoso de fazer a pergunta e as outras ficaram aguardando a resposta para saírem na frente, enchendo a caixa de emails das empresas.

Interpretação das empresas

A cada 10 emails que eu recebia, sem brincadeira, pelo menos metade tinha o mesmo discurso de “blog focado no mundo feminino”. Aliás, já repararam como isso é clichê? Enfim: vamos ignorar que as empresas podem estranhar o fato de receberem vários emails com as mesmas propostas ao mesmo tempo, ou na mesma semana, que seja, e voltar um pouquinho para o segundo tópico. NENHUMA marca fechará parceria sem antes conhecer bem o blog, tanto em questão de números quanto de design. Logo, é claro, entrarão em todos os blogs, e nessa fase muitos emails já irão para a lixeira. Falei dessa questão no post que fiz com dicas para manter um blog e vou deixar o link no final, pois é importante entender o quanto um bom layout e um conteúdo bem feito influenciam em tudo num blog.

Perda de credibilidade

Pensem comigo: quanto mais blogs despreparados abordarem as empresas, mais elas irão perceber que muita gente está entrando “nesse mundo” para fazer conteúdo que já existe e ganhar visibilidade utilizando as marcas ao invés de investirem num esforço real e sustentável de crescimento. E, sim, isso vai fazendo com que as blogueiras, e aqui foco nas iniciantes, percam credibilidade pouco a pouco até que, Deus me livre, cheguemos ao ponto em que será quase impossível conseguir uma parceria sem ter um super blog. Ok, admito que viajei nessa última parte, mas deu para entender o que quero dizer, né?

mulheres-blogs_large

Não sou contra parcerias, inclusive já tive as minhas e pode ser que tenha outras, mas sou contra quem se aproveita do que outras pessoas já fizeram para conseguir algo sem ter  preparo para isso. Querem fazer perguntas? Façam sobre como a pessoa conseguiu, como se preparou, como a empresa se identificou para fechar a parceria e coisas do tipo, mas cresçam por mérito próprio. E o mais importante: pensem no todo. Lembrem-se que nesse processo existe não apenas uma empresa interessante, mas também diversos blogs querendo a mesma coisa. Existe diferença entre estar criando um blog de sucesso e estar se iludindo achando que está criando um. Se vocês prestarem atenção nesses detalhes, estarão com a primeira opção.

Antes que eu me esqueça, cliquem aqui para conferir o post que citei, com dicas de como manter um blog.

Espero que tenham gostado do post, e não se esqueçam de deixar um voto nas estrelinhas abaixo ;)

Bjs, e sucesso =*

Compartilhe!

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
Gostou?

Deixe uma resposta

(*) Required, Your email will not be published